>

26/10/2018

ALBA: publicado edital com 123 vagas. Salário de até R$ 4.872,61

Foi publicado o edital de abertura das inscrições do primeiro concurso público da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Sob organização da Fundação Getúlio Vargas – FGV, a seleção preencherá 123 vagas, sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência.

Candidatos que concluíram o ensino médio podem disputar a função de técnico legislativo nas áreas administrativa (35 vagas) e de agente de polícia legislativa feminino (11) e masculino (43). O salário inicial é de R$ 4.118,67.

O cargo de técnico legislativo – odontologia (3) requer curso técnico específico e paga R$ 4.118,67.

Para nível superior, as chances do edital são para as carreiras de auditor legislativo (3), procurador (3) e analista legislativo nas especialidades de administração (5), análise de sistemas/informática /tecnologia da informação (6), taquigrafia (3), enfermagem (1), jornalismo/comunicação (1), medicina do trabalho (2), nutrição (1) e redação e revisão legislativa (6). A remuneração é de R$ 4.872,61.

Para concorrer a uma das ofertas será necessário preencher a ficha cadastral no site da FGV (www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/alba2018) e efetuar o pagamento da taxa de participação, nos valores de R$ 66 (ensino médio e curso técnico) e R$ 77 (nível superior). As inscrições ficarão abertas no período das 14h do dia 29 de outubro às 12h de 16 de novembro.

Concurso ALBA: provas

Todos os participantes serão avaliados por meio de prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório. Ela será aplicada na cidade de Salvador/BA no dia 16 de dezembro, no período da manhã para os cargos de nível superior e técnico legislativo – agente de polícia legislativa, e à tarde para as demais carreiras de ensinos médio e técnico.

A prova objetiva será composta por 70 questões para níveis médio e técnico e 80 questões para formação superior, que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, legislação específica, conhecimentos gerais e/ou conhecimentos específicos.

Apenas o posto de procurador realizará a prova escrita discursiva, eliminatória e classificatória, na mesma data da objetiva, em horário distinto. Ela contemplará três questões discursivas, sendo uma peça processual e duas análises de caso.

O certame ainda contará com as seguintes etapas, eliminatórias: prova prática para o emprego de analista legislativo – taquigrafia; e prova de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social/documental e curso de formação para técnico legislativo – agente de polícia legislativa.

Clique aqui e confira o edital

Fonte: JC Concursos
Tags:

Mensagem enviada com sucesso