>

29/01/2021

IBGE: Autorizado concurso para o Censo com mais de 207 mil vagas temporárias

O concurso IBGE destinado à realização do Censo Demográfico 2021 foi novamente autorizado. A portaria autorizativa do Ministério da Economia foi publicada nesta sexta-feira, 29, no Diário Oficial da União.

Ao todo, estão previstos três editais para o concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Desta vez, no entanto, todas as autorizações foram dadas em uma única portaria.

IBGE CURSO ONLINE. CLIQUE E CONFIRA

A primeira seleção terá mais de 207 mil vagas temporárias, com os mesmos cargos que foram oferecidos no edital de 2020, suspenso devido à pandemia de Covid-19.

Neste caso, no entanto, o novo aval traz menos 1.675 oportunidades, já que em 2020 foram 208.695 vagas e, agora, serão 207.020 chances. A redução ocorreu principalmente no cargo de agente censitário supervisor, que passou de 22.676 para 18.420 postos.

Por outro lado, os cargos de agente censitário municipal e recenseador tiveram um acréscimo no número de vagas, passando de 5.462 e 180.557 oportunidades, para 5.500 e 183.100, respectivamente.

A autorização também inclui os outros dois editais que serão publicados pelo IBGE em diferentes momentos, para a realização do Censo 2021.

Neste caso, permanecem as 192 vagas anteriormente autorizados para as carreiras de:

– agente censitário de pesquisa por telefone – nível médio (180 oportunidades); e
– supervisor censitário de pesquisa e codificação – nível superior (12).

Já o último edital será para o posto de codificador, que exigirá o nível médio dos candidatos. Neste caso, foram autorizadas 120 vagas.

Desta forma, o concurso IBGE 2021 contará com 207.332 vagas ao todo. Confira o quadro abaixo:

Cargos Vagas Escolaridade Remuneração Edital
Agente censitário municipal 5.500 Nível médio R$2.100 + R$458 (auxílio-alimentação) = R$2.558 Previsto para o 1º edital
Agente censitário supervisor 22.676 Nível médio R$1.700 + R$458 (auxílio-alimentação) = R$2.158 Previsto para o 1º edital
Recenseador 180.557 Nível fundamental **valor variável Previsto para o 1º edital
Agente Censitário de Pesquisas por Telefone 180 Nível médio a definir Previsto para o 2º edital
Supervisor Censitário de Pesquisas e Codificação 12 Nível superior a definir Previsto para o 2º edital
Codificador Censitário 120 Nível médio a definir Previsto para o 3º edital

Com o novo aval, um novo processo de escolha da banca pode ser realizado. Desta forma, o Cebraspe seria uma das bancas mais cotadas para organizar o primeiro edital, já que em 2020 a banca foi a escolhida.

Para os editais dois e três, o processo de escolha da banca já está em andamento. As remunerações serão definidas pelo IBGE. Os valores citados acima são referentes aos praticados na seleção de 2020.

Primeiro edital deve sair até março

Pela portaria publicada nesta sexta, 29, os editais do concurso IBGE devem ser publicados em até seis meses, sendo assim, até o fim de junho deste ano.

No entanto, o primeiro edital, com mais de 207 mil vagas temporárias, deve ser publicado até março deste ano, como ocorreu em 2020. Isso porque, segundo o Instituto, a coleta para o Censo Demográfico 2021 está prevista para começar em agosto.

Em 2020, antes da seleção ser suspensa, o documento foi publicado em março, com previsão de provas em maio e resultado final entre junho e julho.

As contratações dos aprovados devem ocorrer a partir de julho, no caso do primeiro e segundo editais, e após fevereiro de 2022, no caso do terceiro edital (codificador).

Resumo sobre a seleção

Órgão: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
Cargos: agente censitário municipal e supervisor, recenseador, agente censitário de pesquisa por telefone, supervisor censitário de pesquisa e codificação e codificador
Vagas: 207.332 vagas temporárias
Requisito: níveis fundamental, médio e superior
Remuneração: a partir de R$2.158
Banca: a definir
Status: em processo de escolha da banca
Editais: previstos para 2021

Saiba como serão as provas do concurso IBGE

Em 2020, as provas objetivas do primeiro concurso IBGE estavam programadas para o mês de maio, em dois dias diferentes. Os exames seriam realizados nos 26 estados mais o Distrito Federal.

Além disso, seria possível se inscrever para concorrer a vagas de outros estados ou municípios. Nesse caso, o candidato realizaria a prova em sua cidade/estado e, caso fosse aprovado, seria convocado para atuação na região de interesse.

Mesmo com a suspensão do concurso, assim que esse primeiro edital for publicado, é possível que ele mantenha o mesmo modelo de provas. Sendo assim, a avaliação pode contar com as seguintes disciplinas:

Agentes – 60 questões

Língua Portuguesa (dez);
Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);
Ética no Serviço Público (cinco);
Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e
Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador – 50 questões

Língua Portuguesa (dez);
Ética no Serviço Público (cinco);
Matemática (dez); e
Conhecimentos técnicos (25).

No Censo, são visitados todos os domicílios do país. Os recenseadores, que contam com mais de 180 mil vagas, coletam informações através de uma entrevista direta.

O contrato dos agentes tem duração de cinco meses, enquanto o recenseador deve trabalhar, inicialmente, por três meses.

Fonte:
Tags:

Mensagem enviada com sucesso