>

25/09/2018

PC-RN: edital com 302 vagas deve sair em breve. Delegado, Agente e Escrivão

As novidades relacionadas ao próximo concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (concurso PC RN 2018) não param! Depois do aumento no quantitativo de vagas, que subiu para 302, o certame teve a comissão organizadora reformulada.

A publicação com o nome dos novos integrantes foi feita no Diário Oficial desta terça-feira (25). A notícia aumenta consideravelmente as expectativas de que o edital seja publicado ainda no mês de outubro. Isso porque a comissão interna é fundamental no andamento de todos os processos para liberação do regulamento, incluindo a escolha da banca organizadora.

Segundo informações apuradas pela Folha Dirigida, o nome da empresa responsável pela organização do certame deve ser divulgado nas próximas semanas. Superadas as barreiras financeiras para realização do concurso, o único entrave é assinatura do contrato entre as partes.

De acordo com informações da Associação de Delegados (Adepol-RN) a escolha da banca deve ser feita o mais rápido possível, com o intuito de cumprir o prazo estimado. Formalizado o contrato, a publicação do edital deve ser feita em até 30 dias.

Concurso PC RN 2018

Previsto desde 2016, a falta de orçamento da Delegacia Geral de Polícia fez com que os preparativos do concurso PC RN 2018 ficassem suspensos por algum tempo. Embora a retomada tenha sido anunciada no mês de maio, as boas novas começaram a ser divulgadas na última semana.

Agora, com o aumento de vagas, as 302 oportunidades serão divididas da seguinte forma:

Agente de Polícia (235 vagas)
Delegado (41 vagas)
Escrivão (26)

As remunerações iniciais, um dos itens mais atrativos das carreiras, serão de R$ 12.303,27 para delegado substituto e R$ 13.670,30 para delegado 3ª Classe. Para os demais cargos, o salário inicial para a 4ª classe é R$ 3.022,11.

Todos exigem formação de nível superior, sendo específico em Direito para delegado.

O que estudar para o concurso PC RN

O último concurso da PC RN aconteceu em 2008, ou seja, há mais de dez anos. O hiato entre as seleções fará com que o novo certame seja extremamente concorrido. Para driblar a concorrência, uma das táticas é basear-se no que foi cobrado anteriormente.

Na época, os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas sobre conhecimentos gerais e específicos, prova prática para escrivão, avaliação física para delegado, psicotécnico e curso de formação para todos.

O Cebraspe foi escolhido como banca organizadora, aumentando, ainda mais, a dificuldade e o nível das provas.

As provas de conhecimentos cobraram questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática e Atualidades para todos os cargos. Para delegado, os temas foram Lei Orgânica e Estatuto da Polícia Civil do RN, Noções de Criminalística, Medicina Legal e Direito Civil, Penal, Processual Penal, Processual, Tributário e Financeiro, Constitucional, Administrativo e Legislação Complementar à Matéria Penal.

Os conhecimentos específicos para agente e escrivão foram Direito Processual Penal, Penal, Constitucional e Administrativo, Legislação Complementar à Matéria Penal, Lei Orgânica e Estatuto da Polícia Civil do RN, Medicina Legal e Noções de Criminalística.

Fonte: Edital Concursos Brasil
Tags:

Mensagem enviada com sucesso