>

04/09/2017

TJ-AL: FGV organizará próximo concurso para analista e técnico. Previsão de 120 vagas

O presidente do Tribunal de Justiça do Alagoas (TJ/AL), desembargador Otávio Leão Praxedes, divulgou que já foi definida a empresa responsável pela organização do seu próximo concurso público. A escolhida é a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Um detalhe divulgado por Klístenes Lessa, diretor adjunto de Gestão de Pessoas, é que o edital com oportunidades para diversas funções deve ser publicado no início de 2018.

A expectativa é de que o concurso do TJ/AL tenha um total de 120 vagas para os cargos de técnico e analista judiciários. Anteriormente, havia sido divulgado que seriam abertas oportunidades para oficial de justiça, só que esta função não é apresentada no regulamento.

No regulamento do certame consta que os candidatos serão submetidos a provas objetivas, testes escritos, análise de títulos, comprovação de sanidade física e mental, além de comprovação dos requisitos. A resolução não aponta o número de vagas, mas que o diretor de gestão de pessoas do órgão havia anunciado que a expectativa é de 120 oportunidades. “O termo de referência traz a sugestão para 120 vagas, mas vamos conversar com o financeiro para ver se o orçamento comporta uma quantidade maior”, afirmou.

Níveis de escolaridade

Para concorrer ao cargo de técnico é necessário possuir nível médio completo, enquanto o posto de analista aceita profissionais graduados em diversas áreas de atuação.

Os iniciais oferecidos pelo tribunal correspondem R$ 3.956,13 para técnico e a R$ 6.047,89 para analista, sendo que esses valores não incluem as gratificações e os benefícios.

Outros detalhes do concurso do TJ/AL

O conteúdo das provas devem envolver língua portuguesa, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito, legislação do Estado e/ou Código de Organização Judiciária.

A comissão do concurso é presidida pelo desembargador Alcides Gusmão da Silva e conta com a participação dos seguintes integrantes: juiz Hélio Pinheiro; diretor-geral do TJ/AL, Alexandre Sodré Arruda; diretor-adjunto de Gestão de Pessoas do tribunal, Klístenes Silva Lessa; o servidor Alexandre de Caiado Castro Moraes, que será o secretário; e a presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Alagoas (Serjal), Raquel Faião Rodrigues.

Último concurso do TJ/AL

Em 2012, o TJ/AL lançou edital com 172 vagas distribuídas entre as carreiras de auxiliar, técnico e analista – as duas primeiras com exigência de ensino médio e a última para quem tinha formação superior.

O concurso foi organizado pelo Cespe/UnB e compreendeu as seguintes etapas: prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos, teste discursivo (somente para cargos de nível superior), avaliação psicológica (superior), investigação social, análise de títulos (superior), comprovação de sanidade física e mental e curso de formação inicial.

Fonte: JC Concursos
Tags:

Mensagem enviada com sucesso