>

07/01/2016

Caixa: banco pode abrir concurso este ano para nível médio

Mesmo sem a confirmação oficial do banco, é provável que a Caixa Econômica Federal (CEF) abra concurso para técnico bancário ainda este ano. Isto porque é tradição da estatal publicar novos editais cerca de três meses antes da validade da seleção anterior terminar, a fim de manter um cadastro de reserva sempre atualizado. O último concurso para técnico bancário, realizado em 2014 e já com prazo prorrogado, perderá a sua validade em 16 de junho. Ou seja, se a Caixa realmente abrir uma nova seleção, o edital poderá ser divulgado em março ou abril. Sendo assim, é importante que quem deseja ingressar no banco já inicie a preparação, visto que as seleções da CEF são muito concorridas, com mais de 1 milhão de inscritos na última, por exemplo.

A orientação é dada também por especialistas, como Carlos Arthur Newlands, professor de Conhecimentos Bancários e que também atua na CEF. “Com certeza é necessário iniciar a preparação, até porque o conteúdo programático é razoavelmente extenso. Por isso, quanto mais tempo de estudo, melhor a colocação, ainda mais em uma seleção desse nível”, aconselhou. Conhecendo bem a estatal, já que trabalha nela, Newlands enfatiza que “a Caixa é uma empresa muito interessante, que oferece oportunidades em diferentes áreas”. Quanto à preparação, o especialista acredita que a base do programa da última seleção será mantida (é o mesmo desde 2012) e que, caso haja alguma mudança, será a inclusão da disciplina de Inglês, assim como ocorreu no Banco do Brasil (BB). “Por isso, o edital anterior serve como um guia, uma diretriz, e as provas do concurso atual do BB podem servir bem na preparação para a Caixa”.

A estatal conta hoje com 97.441 empregados públicos, mas pode ampliar seu quadro com mais 291 cargos, totalizando 97.732 profissionais, conforme determinou uma portaria do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), órgão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), no dia 29 de dezembro. Desse quantitativo, o banco pode optar por chamar mais aprovados do último concurso ou abrir um novo. O presidente da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Apcef) e vice-presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, Paulo César Matileti, revelou que o Estado do Rio tem 8.600 funcionários, mas que o ideal seriam mais 2 mil profissionais.

Fonte: Folha Dirigida
Tags:

Mensagem enviada com sucesso