>

01/09/2021

Polícia Penal AL: Edital é republicado com novo cronograma. Provas em dezembro

Após ser suspenso após decisão judicial, o edital do concurso Polícia Penal AL foi republicado nesta quarta-feira, 1º. O documento traz 300 vagas para a carreira de policial penal, mas, diferente do primeiro, reserva 60 oportunidades para Pessoas com Deficiência (PcDs).

Desta forma, as vagas ficam divididas da seguinte forma:

SexoVagas Ampla ConcorrênciaVagas PcDs
Masculino16842
Feminino7218

Cumprindo à determinação judicial, as inscrições serão reabertas, mas somente para candidatos PcDs. Desta forma, o prazo ficará disponível entre as 10h do dia 10 e as 18h do dia 24 de setembro, por meio do site do Cebraspe, organizador . A taxa é de R$95.

Candidatos desempregados, com renda per capita da família igual ou inferior a meio salário mínimo nacional, doadores voluntários de sangue e trabalhadores que ganham até um salário mínimo por mês podem solicitar a isenção da taxa de inscrição, durante o prazo de inscrição.

Para participar da seleção, além de declarar a deficiência, o candidato deve ter o nível superior completo em qualquer área. Os ganhos iniciais serão de R$3.800.

Resumo sobre a seleção
Órgão: Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris AL)
Cargos: policial penal (antigo agente penitenciário)
Vagas: 300
Requisito: nível superior
Remuneração: R$ 3.800
Banca: Cebraspe
Inscrições: 28 de maio a 2 de julho (geral) e 10 e 24 de setembro (PcDs)
Provas: 5 de dezembro
Clique aqui e confira o edital

Concurso Polícia Penal terá provas em dezembro

Os candidatos do concurso Polícia Penal AL serão avaliados em até cinco etapas, sendo elas: provas objetivas; Teste de Aptidão Física (TAF); avaliação médica das condições de saúde física e mental; comprovação documental; e investigação social.

As provas objetivas serão realizadas no dia 5 de dezembro, em horário e locais a serem divulgados no dia 24 de novembro. As avaliações ocorrerão nas cidades de Arapiraca e Maceió, em Alagoas.

A prova contará com 120 questões, sendo elas de:

Conhecimentos Gerais (30 questões)

– Língua Portuguesa;
– Atualidades;
– Ética no Serviço Público;
– Noções de Informática; e
– Raciocínio Lógico.

Conhecimentos Complementares (30)

– Execução Penal;
– Noções de Direitos Humanos e Participação Social; e
– Legislação Estadual.

Conhecimentos Específicos (60)

– Direito Administrativo;
– Direito Constitucional;
– Direito Penal;
– Direito Processual Penal;
– Legislação Especial;
– História Geral, de Alagoas e do Brasil; e
– Geografia Geral, de Alagoas e do Brasil.

Para ser aprovado será preciso obter nota igual ou superior a seis em Conhecimentos Gerais, a nove em Conhecimentos Complementares, a 18 na parte Específica e a 36 pontos no conjunto das provas objetivas.

Além disso, só serão convocados para o TAF os candidatos aprovados e classificados, na objetiva, até a 202ª posição para o sexo masculino e até a 87ª posição para o sexo feminino, na ampla concorrência.

Já os candidatos às vagas reservadas aos PcDs serão convocados conforme a seguinte classificação: 50ª posição (sexo masculio) e 21ª posição (sexo feminino).

A convocação para o exame está prevista para o dia 5 de janeiro de 2022. O TAF e as demais etapas do concurso serão realizadas na cidade de Maceió AL. O exame contará com exercícios de:

– abdominal supra tocando os cotovelos nos quadríceps;
– barra fixa/isometria;
– corrida de ir e vir (shuttle run);
– corrida de 2.000m para masculino e 1.800m para feminino; e
– natação de 25 metros em piscina.

Assim como o TAF, as datas e horários das demais etapas serão divulgados em editais a serem publicados pela banca. Após a publicação do resultado final, o concurso será homologado e ficará válido por um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

Fonte: Folha Dirigida
Tags:

Mensagem enviada com sucesso