>

12/09/2020

Depen: edital tem nova retificação. Confira!

O edital de abertura do concurso Depen passou por mais uma mudança. As alterações foram publicadas nesta sexta-feira, 11, por meio do site do Cebraspe, o organizador.

Confira abaixo o que mudou no concurso:

Eliminação de candidatos

Agora, o candidato que se autodeclarar negro, mas não for aprovado pela comissão de heteroidentificação, irá concorrer às vagas de ampla concorrência. Porém, com a condição de que tenha obtido nota suficiente para aprovação.

Inicialmente, seriam eliminados do concurso os candidatos que se autodeclararem negros, mas não passassem pela comissão.

Primeira etapa – fase do Exame de Aptidão Física

1 ⇒ Agora, o termo “estados menstruais” foi excluído do que é considerado como alteração psicológica e(ou) fisiológica temporárias. Ou seja, não é mais um fator que impossibilita a realização do teste de aptidão física (TAF).

Neste caso, ficam valendo como alterações temporárias fatores como: indisposição, cãibras, contusões, luxações, fraturas etc. Isso quer dizer que essas condições não poderão ser levadas em conta na pontuação dessa fase.

2 ⇒ Por fim, com a mudança, a candidata grávida não será mais dispensada da realização do teste.

Agora, o exame deverá ser remarcado em momento oportuno. Porém, a remarcação do TAF para gestantes não causa nenhum prejuízo na participação das demais fases do concurso.

O concurso Depen está suspenso desde o início de agosto, em razão da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Até o momento, a organizadora não discutiu uma possível reabertura das inscrições.

No entanto, de acordo com a banca, um novo cronograma será divulgado assim que possível.

67% dos candidatos são a favor da suspensão

Suspenso em meio à pandemia, os concorrentes aceitaram bem a pausa do concurso. De acordo com os dados de enquete realizada no Instagram da FOLHA DIRIGIDA, 67% dos participantes curtiram a medida.

As primeiras fases, compostas por provas objetiva e discursiva, estavam marcadas para o dia 6 de setembro.

Com a suspensão e, consequentemente, o adiamento das provas, os candidatos têm mais tempo para se dedicar à preparação, na medida do possível.

Além das provas objetiva e discursiva, os candidatos ainda serão submetidos a outras quatro fases de seleção. Serão elas:

  • Exame de aptidão física;
  • Avaliação médica;
  • Avaliação psicológica; e
  • Investigação social.

Com essas fases concluídas, ainda será realizada a segunda etapa de seleção, que consistirá em curso de formação.

Este será ministrado pelo próprio Depen e contará com a participação dos aprovados em todas as fases da primeira etapa do concurso.

O concurso Depen terá validade de dois anos, prorrogáveis por igual período. Para esta seleção, não está prevista a formação de um cadastro de reserva.

Isso porque de acordo com a Assessoria de Imprensa do órgão, as 309 vagas oferecidas no concurso constituem o quantitativo exato de cargos vagos no departamento.

Classificados no concurso terão ganhos de até R$6 mil

Publicado no dia 5 de maio deste ano, o edital do concurso oferece 309 vagas efetivas para os cargos de agente e especialista, de níveis médio e superior, respectivamente.

Desse total de vagas, 294 são para o cargo de agente de execução penal – que exige apenas o nível médio.

Além disso, os interessados desse cargo deverão ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na categoria B ou superior. A carreira proporciona remuneração inicial de R$6.030,23.

As 15 oportunidades restantes são para especialista federal em assistência à execução penal, com requisito de nível superior.

Neste caso, as chances são para especialidades de Enfermagem, Médico Clínico, Médico Psiquiatra, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

O cargo de especialista proporciona remuneração de R$ 5.865,70, sendo este valor composto por:

  • vencimento básico;
  • Assistência Gratificação de Desempenho de Atividade Especializada do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça (GDAPEN); e
  • auxílio-alimentação de R$ 458.

Resumo do concurso Depen 2020

Órgão: Departamento Penitenciário Nacional
Vagas: 309
Cargos: agente federal de execução penal e especialista federal em assistência à execução penal
Requisitos: níveis médio e superior
Remuneração: de R$5.865,70 a R$6.030,23
Banca: Cebraspe
Inscrições: 15 de maio a 6 de junho
Prova objetiva: a definir

Fonte: Folha Dirigida
Tags:

Mensagem enviada com sucesso