>

21/12/2021

BM e PMPE: comandantes discutem novos editais

A realização de novos concursos para Segurança Pública de Pernambuco esteve em pauta em reunião realizada na segunda-feira, 20. A estimativa é que sejam publicados editais para ingresso na Polícia Militar (PM PE) e no Corpo de Bombeiros Militar do Estado (CBM PE).

A reunião contou com a presença do secretário de Defesa Social, Humberto Freire, e dos comandantes da PMPE e do Corpo de Bombeiros, José Roberto Santana e Rogério Coutinho, respectivamente.

Operação PMPE On-line
Plano anual! Por apenas 12x de R$ 89,39
Clique aqui e confira

A conversa abordou infraestrutura física , logística e equipamentos para órgãos operativos. Além de pontos relativos aos profissionais de segurança, como recomposição salarial e novos concursos públicos.

“Nosso foco nessas pautas é proporcionar mais qualidade de vida e de trabalho aos nossos servidores, tendo como objetivo final reduzir os índices de criminalidade e garantir a paz na sociedade”, pontuou o secretário.

Os últimos concursos PM e Bombeiros PE foram realizados entre 2017 e 2018. Com a proximidade do término da validade das seleções, as corporações já se movimentam para publicação de novos editais.

Turma Presencial PMPE
Início: 11/01 | Turnos: manhã e noite
Clique aqui e confira

Ainda não há informações sobre vagas, cargos, salários e escolaridade. Tais dados devem ser divulgados nos próximos dias. A seguir, confira como foram os últimos concursos para a PM e Corpo de Bombeiros de Pernambuco:

Últimos concursos foram para soldados e oficiais

Em junho de 2018, foi divulgado o edital de concurso com 580 vagas, sendo 500 para soldados da Polícia Militar, cargo de nível médio.

As demais 80 oportunidades foram para oficiais (sendo 60 para Polícia Militar e 20 para o Corpo de Bombeiros). Para oficial da PM PE, o requisito foi a graduação em Direito. Já para o CBM PE, foram aceitas graduações em qualquer área.

Além da escolaridade, para todos os cargos, os candidatos deveriam preencher requisitos específicos, sendo:

– Ter, no mínimo, 18 anos completos na data de ingresso na carreira de militar do Estado e, no máximo, 28 anos na data de inscrição no concurso, considerando-se esta idade até o dia anterior à data em que o candidato completará 29 anos;
– Ser habilitado para a condução de veículos automotores, no mínimo na categoria;
– Ter altura mínima de 1,65m para homens e altura mínima de 1,60m para mulheres.

As provas objetivas para soldados da PM PE foram compostas por 60 questões objetivas distribuídas pelas disciplinas de: Conhecimentos de Língua Portuguesa (15); Conhecimento de Matemática (10); Conhecimentos de Geografia (10); Conhecimentos de História (10); e Conhecimentos de Direitos e Garantias Fundamentais (15).

Para o cargo de oficial da PM PE, a prova teve 70 questões, divididas por Linguagens, Códigos e Estatísticas e suas Tecnologias (30) e Conhecimentos Jurídicos (40), além de uma redação.

Já para oficiais do Corpo de Bombeiros, a divisão das 70 questões foi diferente, sendo: Linguagens, Códigos e Estatísticas e suas Tecnologias (15), Matemática e suas Tecnologias (15), Ciências da Natureza e suas Tecnologias (20) e Conhecimentos Jurídicos e Legislação Específica (20), além da redação dissertativa.

Além da prova objetiva, os candidatos ainda foram avaliados por etapas como: exame de saúde, teste de aptidão física, e avaliação psicológica.

Último concurso Bombeiros PE para soldados foi em 2017

O edital do último concurso Bombeiros PE para soldados foi divulgado em janeiro de 2017. Na época, foram ofertadas no concurso 300 vagas para a carreira.

Os requisitos eram: o nível médio e idade mínima de 18 anos completos até o ingresso no cargo e, no máximo, 28 anos na data de inscrição no concurso.

Também era preciso ter habilitação, no mínimo, na Categoria B e altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres.

As atribuições do cargo incluem: aplicar procedimentos de Salvamento, Combate a Incêndio e Atendimento Pré-Hospitalar; realizar vistorias técnicas; e ser capaz de realizar tarefas variadas, reconhecendo as condições de segurança, a cena e a situação da ocorrência.

O concurso foi organizado pelo Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (IAUPE/CONUPE). Os candidatos foram submetidos a várias etapas de seleção. Entre elas: provas objetiva, discursiva, avaliação física, psicotécnica, médica, investigação e curso de formação.

As provas objetivas foram aplicadas nas cidades de Recife, Arcoverde, Caruaru e Petrolina. Foram cobradas 80 questões objetivas, mais uma redação dissertativa.

O exame contou com questões de Atualidades, Biologia, Conhecimentos de Informática, Direito Constitucional, Física, História de Pernambuco e Língua Portuguesa. Os aprovados no concurso ainda passaram por um Curso de Formação e Habilitação de Praças.

Fonte: Folha Dirigida
Tags:

Mensagem enviada com sucesso