>

27/04/2016

IBGE: definida organizadora para 7.825 vagas

Boa notícia para quem aguarda mais informações sobre o concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que vai preencher 7.825 vagas temporárias para a realização de pesquisas econômicas e sociodemográficas. Apesar do cancelamento do Censo Agropecuário 2016, este certame não foi suspenso e já tem a banca organizadora definida.

No último dia 20 de abril, o instituto escolheu, por meio de dispensa de licitação, a Fundação Cesgranrio para organizar a seleção. Agora, no decorrer das próximas semanas, deverá ser assinado o contrato de prestação de serviços, para, enfim, ser delimitado o cronograma do processo seletivo simplificado.

Como anunciado anteriormente pela assessoria de imprensa do IBGE, apesar do MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) não delimitar uma data para o lançamento do edital de processo seletivo, o órgão procura sempre trabalhar com um período de seis meses. Desta forma, a expectativa é de que o certame seja lançado até julho.

A maior parte das chances ficará para o cargo de agente de pesquisa e mapeamento; somente para esta função serão concedidas 7.500 ofertas. Os demais postos do concurso IBGE se destinarão aos empregos de agente de pesquisa por telefone (300 vagas) e supervisor de pesquisa por telefone (25).

Para concorrer às carreiras de agente de pesquisa de mapeamento e agente de pesquisa por telefone será preciso ter nível médio. Já a colocação de supervisor necessitará ensino superior completo.

A contratação dos profissionais será de até um ano, com possibilidade de prorrogação, desde que o prazo não exceda o limite de três anos. Os vencimentos iniciais ainda serão delimitados pelo instituto.

Último concurso IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística lançou, em dezembro de 2013, um edital de processo seletivo simplificado também com 7.825 vagas temporárias. A banca organizadora foi a Fundação Cesgranrio.

Das oportunidades abertas, 7.600 foram para o cargo de agente de pesquisas e mapeamento. Tais chances ficaram espalhadas por todo o país.

Somente para a cidade do Rio de Janeiro havia 180 postos para agente de pesquisas por telefone, 27 para analista censitário de geoprocessamento e 18 para supervisor de pesquisas.

A seleção dos participantes ocorreu por meio da aplicação de provas objetivas com questões de múltipla escolha.

Atribuições dos cargos

O agente de pesquisas e mapeamento deve visitar domicílios e estabelecimentos para a coleta de dados para as pesquisas de natureza estatística; realizar entrevistas; dar suporte à realização dos levantamentos geográficos; coletar feições cartográficas e nomes geográficos; converter para o meio digital as informações dos formulários; participar de treinamentos ministrados por técnicos do IBGE; e elaborar relatórios.

As funções do agente de pesquisas por telefone são coletar informações via telefone e realizar a coleta utilizando roteiros e scripts planejados, assistidos por sistema computacional, visando captar e dirimir dúvidas quanto aos dados fornecidos.

O supervisor de pesquisas é responsável por auxiliar no planejamento e execução dos trabalhos de definição metodológica da pesquisa; realizar pesquisa piloto; ministrar treinamentos e distribuir as tarefas para os agentes de pesquisas por telefone; acompanhar e relatar à coordenação da pesquisa o desempenho dos agentes de pesquisas por telefone; auxiliar a coordenação na crítica de agregados e na análise e divulgação de resultados; levantar, organizar, sistematizar e avaliar informações; elaborar relatórios, gráficos e tabelas; analisar dados quantitativamente e qualitativamente; e desenvolver eventualmente atividades de campo. Este profissional poderá atuar nas áreas de estatística, administração, geral ou tecnologia de informação e comunicação.

Fonte: JC Concursos
Tags:

Mensagem enviada com sucesso